Category Archives: últimos posts

Dimensões e peso da mala de mãe seguem novas regras

Com as diferentes companhias aéreas e as mudanças que aconteceram nos valores para despachar bagagens muitas dúvidas surgem no momento de levar as malas para o aeroporto.

Quem não ficar atento às novas regras pode pagar mais caro na hora de despachar a sua bagagem. Como a intenção sempre é economizar muitos passageiros no planejamento da viagem acabam se adequando e preferem levar pouca bagagem para não terem nenhuma surpresa indesejada.

Algumas pessoas que não estão por dentro das mudanças, enchem as suas malas e na hora de fazer o despacho acabam sendo pegas de surpresas e pagam taxas altas por aqueles quilos a mais na mala.

Desde que a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) regulamentou as mudanças nas cobranças das malas transportadas nos voos, houve também uma alteração para as bagagens de mãos que vão com o passageiro no avião. Anteriormente eram permitidos somente 5 kg, hoje o limite para uma bagagem de mão é de 10 kg.

Depois do aumento do peso da bagagem que vai junto com o passageiro, veio também a nova regra que permite que as companhias aéreas definam quais as dimensões máximas da mala que pode ser transportada na cabine. Antes do embarque do passageiro para garantir que as dimensões da mala sejam respeitadas, as empresas elaboraram um compartimento especialmente dedicado para medi-las.

A intenção dessas mudanças é baratear o custo de uma passagem aérea. É necessário colocar a mala dentro de uma caixa, se ela couber então não haverá custo nenhum. Esse modelo foi inspirado nas empresas europeias que oferecem voos baratos.

Caso a mala não esteja adequada ao tamanho da caixa, então será necessário pagar pelo despacho de bagagem. De acordo com as companhias áreas as dimensões exigidas seguem o padrão do compartimento do avião. Se não houver mais espaço no compartimento, então a mala será enviada para o porão do avião sem nenhum custo para o passageiro.

As dimensões das malas podem ser diferentes dependendo de cada empresa, nos voos domésticos o seguinte padrão pode servir para uma orientação: altura 55 cm, largura 32 cm e profundidade de 25 cm.

 

Campeão brasileiro estreia no torneio da florida

O Corinthians estreou nessa quarta-feira jogando contra o PSV da Holanda que foi derrotado por 5X4 nos pênaltis. A regra da competição determina que quando o jogo termina empatado no tempo normal, a decisão de quem é o vencedor se dará nos pênaltis, (placar do período normal da competição foi de 1×1).

Nos pênaltis brilhou a estrela do goleiro Caíque que jogou no lugar de Cassio, o goleiro ainda teve oportunidade de mostrar seu talento fazendo mais duas boas defesas. O Jogo aconteceu em Orlando City e abre com bom êxito a temporada 2018 para os corintianos.

O Corinthians desembarcou nos Estados Unidos, levando na bagagem o título de campeão brasileiro, mas o PSV também não chegou de mãos vazias pois no campeonato Holandês é líder absoluto, contabilizando 46 pontos contra 41 de seu rival o Ajax.

Um dos problemas que o treinador enfrenta no início de uma temporada, onde aconteceu pouquíssimo treinamento, é a diminuição da capacidade física dos jogadores, sendo assim Carrile optou por uma dubla escalação, uma para o primeiro tempo e outra para o segundo.

O Corinthians pode ter nessa edição de 2018 do torneio Florida Cup, sua última participação. A participação do clube no torneio se deu mediante a celebração de um contrato, firmado em 2015 entre as partes, onde o Corinthians garantiu sua presença em mais quatro edições do torneio, para essa edição foi muito difícil para os dirigentes corintianos tomar a decisão de participar do torneio. A não participação do clube gera uma multa estabelecida no contrato, mesmo com o calendário apertado de 2018 para os dirigentes, o Corinthians preferiu não pagar a multa.

Com a proximidade da estreia no paulistão que acontecerá no próximo dia 17, foi concedido ao Corinthians o favorecimento de jogar as primeiras partidas do torneio. Outro ponto importante na visão do clube, é disputar partidas contra times estrangeiros, é desnecessário viajar para o exterior e jogar contra times brasileiros.

Houve um reconhecimento pelos organizadores do torneio, da relevância da participação do Corinthians na competição, que se traduziu em várias regalias para o clube. Apesar de tudo para os dirigentes um primeiro período de jogos fora do Brasil não é um bom planejamento, ainda com o agravante de ser um ano de copa do mundo.

 

Conheça um pouco da história da corrida de São Silvestre

No dia 31 de dezembro de cada ano é realizada nas ruas de São Paulo, a tradicional corrida de São Silvestre, é a corrida mais disputada e conhecida da América do Sul, onde alguns dos melhores atletas do mundo se reúnem para conquistarem esse significativo título.

O nome São Silvestre é uma homenagem a um Papa da Igreja Católica, o mesmo foi morto e declarado santo nesta data, 31 de dezembro. Com uma distância de 15 quilômetros, os participantes correm pelas ruas de São Paulo, em busca da vitória debaixo de sol e chuva. É uma corrida que tem a participação tanto de homens como de mulheres desde 1975.

A corrida de São Silvestre até o final da segunda guerra mundial, era uma corrida exclusivamente de brasileiros. A partir de então os estrangeiros começaram a participar, sendo que essa participação se dava por convites especiais, e apenas para países sul americanos.

A corrida alcançou um sucesso inesperado o que abriu as portas para corredores das diversas partes do mundo, essa abertura intercontinental começou mais precisamente em 1945, o que proporcionou um domínio absoluto dos estrangeiros que durou 34 anos. O domínio só foi quebrado por José João da Silva, que voltou a vencer 5 anos depois da primeira vitória.

O evento tinha se solidificado tanto na América do Sul, e também se tornou um sucesso entre os europeus a partir de 1953 com a vitória do grande campeão Emil Zatopec da Thecosvaquia. Mas ainda faltava uma fatia importante a ser conquistada, os Estados Unidos da América

A competição não tinha reconhecimento dos atletas americanos, mas um acontecimento histórico despertou o interesse da imprensa Norte Americana, a participação e a vitória de Frank Shorter na corrida de 1970, que dois anos depois viria a ser campeão olímpico em Munique.

A etapa de 2018 foi um desastre para os brasileiros, a superioridade dos Africanos na prova vem sendo notória desde muitos anos, especialistas afirmam que algo precisa ser repensado para que os brasileiros concorram de igual para igual.

A melhor colocação em 2018 entre as mulheres foi de Joziano Cardoso, que chegou apenas em décimo lugar, entre os homens o resultado foi ainda pior, Ederson Vilela amargou um decimo segundo lugar, com esses resultados o Brasil traz para seu currículo a pior performance do Século.

Estudo científico liderado por Jorge Moll garante que “fazer o bem faz bem”

A popular expressão “fazer o bem faz bem” ganhou respaldo científico. De acordo com estudos realizados no Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR), fundado por Jorge Moll, dedicar um pouco de atenção a um desconhecido que precisa de ajuda, doar alimentos ou dinheiro aos mais necessitados e realizar trabalho voluntário em uma ONG são exemplos de pequenas atitudes que, caso sejam praticadas com generosidade, podem trazer benefícios a saúde.

Conforme esclarece Jorge Moll Neto, médico e neurocientista responsável pelo experimento, os indivíduos que efetuaram doações a comunidades carentes tiveram seus “centros cerebrais de recompensa” ativados da mesma forma que as pessoas que realizaram outras tarefas relacionadas ao prazer como: escutar música, comer uma sobremesa, receber elogios ou mesmo dinheiro. Para chegar a essa conclusão, foi utilizado mapeamento cerebral a partir de ressonância magnética.

Durante a realização do estudo foi comprovado que atitude de doar ativa, seletivamente, as áreas do cérebro que se relacionam com os sentimentos de afeto e ligação: o córtex subgenual e a região septal. Tais setores estão intimamente relacionados, por exemplo, ao apego que há entre casais ou à proteção que uma mãe exerce sobre seus filhos. Dessa forma, conclui-se que agir favoravelmente a causas importantes, ativa um sistema interno que vem sendo desenvolvido ao longo da história da humanidade no tocante à criação de laços – elucida Jorge Moll Neto, que também é diretor-presidente do IDOR. De forma complementar, o neurocientista ainda informa que, nos últimos anos, experimentos e pesquisas trazem evidências claras de que o envolvimento com causas voluntárias e com a promoção do bem-estar de outrem, estão correlacionados à diminuição de doenças do coração, redução da depressão e alcance de uma maior longevidade.

Já para a Tereza Beatriz Eder, psicóloga do Hospital Caxias D’Or, amparar as pessoas que precisam de ajuda, além de valorizar o ser humano, também entrega um novo sentido à vida das pessoas: “Quem pratica atividades voluntárias cresce como ser humano, pois percebe que, mesmo envolto em seus próprios problemas pessoais, tem a capacidade de ajudar as outras pessoas. Isso suaviza um pouco as dificuldades, além de permitir ver o mundo com outros olhos”, revela a especialista. Para Tereza, hoje em dia ninguém tem tempo sobrando. Contudo, quando realiza-se um trabalho voluntário e percebe-se o quão gratificante e benéfica é essa atitude, a tendência é sempre arrumar um tempo para realizá-la novamente, conclui a psicóloga. Jorge Moll Neto ainda complementa: quando lembramos, ao irmos dormir, que fizemos algo bom, que nossa consciência está tranquila e que a vida de alguém está um pouco melhor por nossa causa, provavelmente efeitos benéficos serão desencadeados em nosso corpo.

Localizado no Rio de Janeiro, o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino – que é uma entidade sem fins lucrativos – almeja proporcionar o desenvolvimento científico e tecnológico da saúde no Brasil. Além de pesquisas, o IDOR também oferece cursos de pós-graduação na área de saúde, com foco especial nas áreas de oncologia, neurociências, pediatria e medicina interna. Jorge Moll Neto é presidente da instituição desde a sua fundação, em 2007.

 

Segundo pesquisa os cachorros são mais inteligentes que os gatos

De acordo com um estudo realizado por pesquisadores, um questionamento antigo pode ter sido solucionado. Saber qual animal é o mais inteligente entre os cães e os gatos, é uma pergunta frequente já há muitos anos.

Esse foi o primeiro estudo que não analisou somente o tamanho cerebral desses animais, ele observou também a quantidade de  neurônios  encontrada no cérebro, na região do seu córtex.

Segundo a pesquisa, a quantidade encontrada de neurônios nos gatos foi de cerca de 250 milhões, sendo que nos cães esses números chegaram a cerca de 530 milhões, mais que o dobro de células neuronais. Já na raça humana a quantidade de neurônios é bem maior, em média 16 bilhões.

A professora de Psicologia e Ciências Biológicas, Suzana Herculano-Houzel, da Universidade Vanderbilt, no estado do Tenessee, declarou que a quantidade de neurônios que um animal apresenta, vai estabelecer a sua inteligência cognitiva. Ela ainda completou, que eles acreditam que por apresentar uma quantidade maior de neurônios os cachorros sejam mais inteligentes, já que eles possuem mais unidades de processamento de conhecimento principalmente no córtex, que é onde as informações são reproduzidas, onde se faz as combinações, além de recordar passagens anteriores. É onde se estabelece os projetos futuros e identifica padrões, sendo o que os pesquisadores chamam de inteligência cognitiva elevada.

A professora disse que não existe nenhuma maneira de determinar a inteligência, já que é algo abstrato e complicado de ser realizado. Mas ela completa que os cachorros de acordo com a pesquisa, conseguem realizar tarefas mais complicadas do que os gatos.

A nova pesquisa também contou com o estudo do cérebro de outros animais, como guaxinins, mangustos, cachorros, gatos, furões, hienas, ursos marrons e leões. Todos esses animais são carnívoros e mamíferos, com dentes e garras que permitem que eles possam se alimentar de outros animais. Esse grupo foi escolhido para fazer parte da pesquisa por apresentar cérebros dos mais variados tamanhos, e conta com a presença de animais selvagens e de animais domésticos.

O estudo descobriu que apesar dos cérebros do leão, do urso marrom e da hiena serem maiores, a espécie de cachorro golden retriever possui um número muito maior de neurônios do que eles. O número de neurônios encontrados por exemplo no urso marrom, é aproximadamente igual ao encontrado nos gatos, apesar de apresentar um cérebro que pode chegar a ser quase dez vezes maior do que o tamanho do cérebro dos gatos.

 

Possível fusão entre norte-americana Boeing e brasileira Embraer foi anunciada

A partir da média de preço aplicada no mercado, ficou estimado em US$ 3,7 bilhões o preço da empresa de fabricação de aeronaves brasileira Embraer SA, sendo esse o valor mínimo da empresa caso realmente a norte-americana Boeing Company se funda com a empresa brasileira. Segundo uma informação divulgada no dia 21 de dezembro de 2017 através da Securities and Exchange Comission (Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos), as duas empresas estão em um processo de negociação para uma “potencial combinação”.

Essa informação foi anunciada pelo WSJThe Wall Street Journal, um importante jornal americano, e o impacto desta notícia repercutiu diretamente na bolsa de valores. As ações da Embraer tiveram uma alta no fechamento do pregão, atingindo a casa dos 22,5%, equivalente a R$ 20,20 cada ação. Antes deste preço de fechamento, durante o pregão, houve um pico de valorização das ações da empresa que atingiram 40%, chegando a R$ 23. O ibovespa fechou o dia em alta de 2,41%, em 75.133 pontos influenciados pela alta da Embraer.

Essa fusão daria a Boeing uma participação no mercado interno brasileiro e proporciona um enfrentamento das atuais mudanças que ocorreram na Airbus SE, que divulgou uma nota dizendo que pretende assumir um percentual de participação acima de 50% junto a uma joint venture com a empresa Bombardier, responsável pela construção do avião de passageiros SCSI, que traz em seu designer um único corredor.

Mesmo o Planalto não ter emitido nenhuma nota oficial sobre essa possível fusão, o atual presidente da república, Michel Temer, já se prontificou como sendo contra a essa possível fusão. O presidente diz que apoia as negociações entre as duas empresas, mas que não apoia que o controle após a fusão seja dos norte-americanos.

Considerada a maior empresa aeroespacial do mundo, a Boeing está avaliada em US$ 177 bilhões com base no preço médio do mercado. A empresa foi fundada em Chicago no ano de 1916, desde então ela vem produzindo aeronaves comerciais, sistemas de defesa aeroespacial, satélites, armas, sistemas de lançamentos, fora a sua participação junto ao governo americano no fomento de novas tecnologias.

 

No Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi aborda a ação da reforma previdenciária na economia

Em entrevista à versão digital da revista Valor, o atual presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi, destacou a importância que a efetivação da reforma da previdência terá para o país. O executivo ressaltou que esta é a mais urgente de todas as reformas que o governo espera realizar em diversas áreas. Para que tudo saia conforme se espera, o gestor da instituição financeira salienta que as mudanças deverão ser adotadas em um período de médio prazo, a fim de que todos os seguimentos estejam alinhados com o teto estabelecido para os gastos públicos.

Sobre a possível data para que a reforma seja iniciada, o líder do Bradesco esclareceu que tal questão ficará a cargo do próprio governo, uma vez que este julgará qual o momento mais oportuno para tal. Ainda assim, a aposta de Luiz Carlos Trabuco Cappi é a de que isso ocorra antes mesmo da realização das eleições de 2018. Para o ano de 2017, entretanto, o executivo não sabe ao certo se isso seria possível, pois trata-se de uma data considerada inviável.

De acordo com o gestor do banco, a necessidade de se implementar a reforma da previdência transcende as demandas do segmento previdenciário. Conforme ele esclareceu na entrevista, o Tesouro nacional sofreria um grande impacto caso a situação previdenciária brasileira não fosse equilibrada a tempo. Para Luiz Carlos Trabuco Cappi, isso ocorreria em razão de uma iminente deterioração da situação fiscal. Com isso, seria improvável que as futuras gerações fossem beneficiadas em se tratando de quando fossem se aposentar, algo que geraria uma espécie de conflito entre elas, ao invés de uma condição de harmonia entre as várias faixas etárias.

Alguns sinais da economia esboçam uma melhora, sobretudo em relação aos produtos bancários, pontua o executivo. Ele informou que o crédito retomou sua força nas atividades financeiras, fenômeno este observado dentro das principais instituições financeiras do país. Esse acontecimento, contudo, seria um reflexo da volta da confiança dos consumidores em face da expectativa da reforma previdenciária. Como exemplo das melhorias ocasionadas, o líder da organização abordou o fato da contratação de capitais para as atividades de giro das empresas, algo que não apresentava expressividade em seu crescimento há cerca de dois anos.

Chamada de “Agenda BC+”, uma iniciativa do Banco Central em conjunto com o Sistema Financeiro Nacional foi adotada para que assuntos relacionados à estrutura dessas instituições fossem revistas e aprimoradas, de forma a trazer maiores benefícios à sociedade. Luiz Carlos Trabuco Cappi, atento aos movimentos financeiros no país, assinalou que tal agenda está sendo cumprida com a devida regularidade. Dessa forma, o executivo vê nessa eficiência de trabalho das entidades um meio para que os spreads tenham seus índices reduzidos em pouco tempo, representando algo positivo para a economia nacional, assim como a reforma da previdência.

Com base em prospecções realizadas pelo segmento bancário, o executivo que trabalha há décadas na instituição traçou um possível quadro de alta de juros para os próximos três anos, causando algumas incertezas sobre a situação fiscal brasileira nesse período. Luiz Carlos Trabuco Cappi, todavia, vê com bons olhos as condições econômicas oriundas das ações já implementadas.

 

Parque temático na cidade de Aparecida vai ter um monumento com 50 metros de altura da padroeira

Vai ser montado em Aparecida, cidade paulista, uma estátua enorme da padroeira do Brasil. É nessa cidade que está localizada a maior basílica do país, e a estátua de Nossa Senhora Aparecida vai ter 50 metros de altura e será maior que  a estátua do Cristo Redentor,  que possui 38 metros.

A estátua que depois de pronta poderá ser vista da Rodovia Dutra, deve ser montada a 3 km da basílica. A cidade de Aparecida recebe anualmente cerca de doze milhões de pessoas, sendo considerada a “capital da fé” do país.

O artista responsável por esse projeto, Gilmar Pinna, declarou que essa obra é um presente para os fiéis de Nossa Senhora Aparecida. A obra começou a ser preparada para comemorar os trezentos anos, que a imagem foi encontrada pelos pescadores.

A estátua foi confeccionada em aço inoxidável, conhecido por ser muito durável. Pinna não receberá nada por ter produzido essa obra, e disse que é muito privilegiado por poder produzir essa estátua.

A obra trará a imagem de Nossa Senhora no meio de um mapa brasileiro, e foi custeada por amigos de Gilmar Pinna. Esse artista também idealizou outros projetos localizados também na cidade, e que foram instalados há pouco tempo. As cinco obras relatam os milagres realizados por Nossa Senhora.

Os elementos que vão ser usados na montagem do monumento, foram levados por carretas e caminhões que saíram de Guarulhos, do local onde essas peças foram feitas. Essa estátua contou com mais dez artistas para que ela pudesse ser feita, sendo dividida em vinte partes para facilitar o seu transporte até a cidade de Aparecida. Outras três viagens vão ser necessárias para completar todo o transporte, feito pelas carretas e caminhões.

O parque temático possui 130 mil metros quadrados e vai ser oferecido em devoção. O terreno está passando por obras de terraplanagem, devendo ficar totalmente pronto em dois anos. O monumento irá ser o mais importante atrativo do parque temático.

Segundo o governo municipal, a estátua vai ficar pronta antes do término das obras do parque. No interior do monumento, deve ser instalado um elevador panorâmico com vista para o parque e para a basílica.

 

Gastos excessivos nas férias podem ser evitados com bom senso e algumas precauções

A maioria das pessoas quando as suas férias terminam, acabam descobrindo que gastaram demais, inclusive no cartão de crédito. Em território norte-americano, os altos gastos representam um grande abalo nas estimativas das contas da casa. Cerca de 74% dos habitantes dos Estados Unidos reconhecem que fizeram contas de cerca de US$ 1,1 mil quando voltavam de férias, segundo uma pesquisa feita por um site de finanças chamado Learnvest.

Em uma enquete realizada no Reino Unido, mostrou que a média gasta pelos britânicos de férias em duty free e lojas de roupas é de US$ 718, antes mesmo de embarcar no avião para o seu destino.

Segundo o consultor financeiro e psicólogo, Brad Klontz, vários dos seus clientes não possuem dificuldades financeiras, somente quando eles voltam das férias. O consultor mora no Havaí e é especializado em gestão de gastos.

Mas a questão é saber por que as pessoas gastam demais nas suas férias. De acordo com o professor de marketing que trabalha na Escola INSEAD de Negócios, localizada em Singapura, Klaus Wertenbroch, os motivos são vários e as respostas estão no subconsciente das pessoas, que esclarece tanto a causa das despesas altas nas férias, quanto a do descontrole financeiro durante esse período.

Algumas situações como as diferenças cambiais, fazem com que a pessoa tenha a impressão de que está com mais dinheiro do que ela realmente tem, quando ela está fora do seu país. Em uma pesquisa realizada em 2007 e que Klaus Wertenbroch foi um dos autores, concluiu que os valores de diferentes moedas influenciam as pessoas, na maneira como elas enxergam o preço das coisas. Isso acontece com maior frequência quando a pessoa está em um país, que a moeda desse local custa menos do que a moeda do seu país, fazendo com que essas pessoas acabem gastando mais.

Um exemplo é a moeda do Canadá, que em relação a moeda da Indonésia na hora de fazer a conversão é mais valorizada, e um  dólar canadense  equivale a 10.800 rúpias indonésias. Ficar com a carteira cheia de dinheiro pode fazer a pessoa perder a noção do real valor das coisas e gastar mais, já que fazer sempre a conversão é muito cansativo. Segundo o especialista Klaus Wertenbroch, é muito mais fácil a pessoa fazer uma análise motivada pelo valor apresentado pelas notas, do que analisar o real valor da moeda.

 

Novo filme da franquia “Star Wars” tem 2º melhor estreia da história do cinema

O mais novo filme da franquia “Star Wars”, (iniciada pelo grande diretor norte-americano, George Lucas ainda nos anos 70), estreou no mês de dezembro e já bateu recordes. Star Wars: O último Jedi arrecadou cerca de US$ 200 milhões de dólares só no primeiro final de semana de exibição nos Estados Unidos.

O produção que agora é realizada pelas empresas Disney, apenas não conseguiu superar a marca de US$ 248 milhões de dólares, recorde que pertence ao penúltimo lançamento da franquia (Star Wars: O despertar da força, 2015).

Faz quatro anos que as principais produtoras hollywoodianas começaram a refilmar grandes sucessos do século passado com a intenção principal de arrecadar fãs mais novos para antigos clássicos da história do cinema.

Steven Spielberg, um dos maiores nomes da ficção cientifica, também afirmou em entrevista que filmes como, Star Wars e Indiana Jones, possuem um enredo épico que praticamente não existe mais, e que continua funcionando.

Além disso, como a franquia continua muito enraizada na cultura pop internacional, a quantidade de dinheiro arrecadado com produtos publicitários e colecionáveis, alcança a casa dos bilhões de dólares.

A nova franquia das guerras nas estrelas começaram em 2014, quando a empresa Lucasfilmes anunciou que a Disney lançaria novo material om o selo Legends. A principal intenção da nova obra era conseguir contar uma história diferente da já conhecida pelo grande publico sem criar contradições com o enredo original.

Para ajudar ainda mais com a aceitação da nova trilogia, até mesmo os atores que interpretavam a Princesa Leia e Luke Skywalker foram convidados a retornar a saga. Os atores Mark Hamill, Carrie Fisher e Harrison Ford retornaram no filme de 2015, Star Wars: O despertar da força.

O Brasil ainda não conseguiu informar quanto o filme conseguiu arrecadar só em território nacional nos primeiros dias de estreia, porém, outros países como a França, Inglaterra já confirmaram em dados que a nova aventura dos mestres Jedi também chegou ao topo em suas salas de exibição.